Opinião 23 MAI 2019 ÀS 09H00

Obras abrem janelas para lidar com dilemas espirituais

Livros abordam de maternidade à esperança cristã

Por CBESP

Bons livros - e bons autores - enveredam por temas espinhosos, difíceis e pertinentes à vida humana. Nas obras indicadas pela seção Cultura da Revista Batistas SP e listadas a seguir, os assuntos transitam sobre o perfil da mãe-mulher como esposa e na tarefa de criar filhos, o cultivo da espiritualidade a partir da prática da oração, a fé que lança luz para a existência do ser humano, e a esperança cristã como fundamento ante lutas e sofrimentos cotidianos.

Lewis e Edwards são dois autores renomados (Reprodução)

Examinador profundo e dedicado da fé cristã, o britânico C. S. Lewis é o autor de "Cartas a Malcolm", lançamento da editora Thomas Nelson Brasil. À semelhança de outros títulos do escritor, a obra tem excelente acabamento em capa dura e autorrelevo.

Entre 22 cartas, Lewis conduz a uma jornada
pelo cotidiano da espiritualidade cristã

O livro traz correspondências trocadas entre Lewis e seu amigo, chamado de Malcolm, e se debruça sobre o exercício da espiritualidade, na oração e na adoração - olhando para o aspecto comunitário da vida cristã.

A tradução de Francisco Nunes dispõe de boa dose de sensibilidade ao ajudar na compreensão de citações e referências feitas pelo erudito britânico. A obra tem 176 páginas e custa R$ 34,90.

Também peso-pesado da literatura clássica cristã, o pastor reformado Jonathan Edwards aparece nesta obra publicada pela editora Mundo Cristão. "O fim para o qual Deus criou o mundo" foi escrito no século 18, porém, é atual e contextualizado em sua essência ao tratar dos motivos pelos quais o Senhor criou tudo o que há, e, em razão disso, ter Ele estabelecido um propósito último, principalmente à humanidade.

'A criatura só é feliz com essa felicidade que Deus torna seu fim supremo se ela se unificar com Deus.'
(Jonathan Edwards)

O texto trabalha com elegância e lógica a doutrina bíblica da Criação, expondo passagens das Escrituras Sagradas e combatendo as refutações mais comuns. Além de servir como denso alimento à teologia e à apologética, o livro, como não seria diferente, é fomento à piedade e ao encontro com Deus. A obra traz 142 páginas e sai por R$ 33,90.

Páginas cheias de cuidado carinhoso para mães (Reprodução)

Palestrante e conselheira - acima e antes de tudo, neste caso, mãe e avó, Jill Savage caminha com honestidade pela trilha da maternidade e do relacionamento conjugal em "Não Existem Mães Perfeitas", da Geográfica Editora. A autora vai derrubando lugares-comuns da experiência maternal ao longo dos 10 capítulos e oferece ainda dicas para algumas tarefas do dia a dia. 

'O amor é a linguagem que precisa ser falada
entre mães imperfeitas e filhos imperfeitos.'
(Jill Savage)

Ela se ocupa em afastar concepções ilusórias de filhos idealizados, corpos super-sarados, casamentos perfeitos, e conceber suportes emocionais e encorajamento bíblico para as mulheres. A obra é uma ótima sugestão para maio, Mês das Mães e das Noivas. E também é boa pedida para esclarecer pais, maridos e filhos. O livro tem boa diagramação e sai por R$ 22,90.

Obras inspiram à esperança diante dos dilemas (Reprodução)

Observando o delicado tema da depressão e angústia, John Piper e Joerley Cruz se voltam à luz irradiada pelas Escrituras Sagradas para propor um caminho de graça e paz em meio a tempos duros e amargos. Em "Quando a escuridão não passa", Piper traz conselhos e sugestões de comportamentos para pessoas que estão vivendo circunstâncias difíceis.

'É absolutamente essencial que em nossa escuridão
afirmemos a mão sábia e forte de Deus
para nos segurar,mesmo que não tenhamos
forças para nos apegar a ele.'
(John Piper)

Num dos seis capítulos da pequena obra de 80 páginas, o autor reforça o quão revigorante é a companhia de Deus contra a noite escura e de suposta solidão. O título publicado pela Edições Vida Nova busca ser alento para quem sofre e custa R$ 17.

Mestre em Ciências da Religião e professor da Faculdade Teológica Batista de São Paulo, o pastor batista Joerley Cruz também traz reflexão ao tema da esperança. A obra "Onde Está a Esperança?", lançada pela RTM, se lança sobre o Antigo Testamento para falar da relação entre a presença divina e a esperança.

'... a esperança é lançada quando se compreende que o novo Adão (Jesus)
traria um novo reino, que é eterno e do qual iremos participar.'
(Joerley Cruz)

As 320 páginas partilham as quatro seções do título, as quais reproduzem as divisões veterotestamentárias do Pentateuco, Históricos, Sapienciais e Proféticos. A obra expõe o tema em cada um dos 39 livros do Antigo Testamento. O livro sai por R$ 30.