Batistas SP 30 OUT 2018 ÀS 11H00

Em texto, UFMBESP reflete preocupação com juventude

Publicação na BSP 10 apela para ensino das Escrituras

Por CBESP

Presidente da União Feminina Missionária Batista do Estado de São Paulo (UFMBESP), Maristela Massacesi Sanches da Silva fez uma leitura contemporânea de adolescentes e jovens da nossa sociedade na seção Mulher da edição 10 da Revista Batistas SP (BSP).

Na íntegra, texto traz apelo para o ensinamento das Escrituras Sagradas para a formação das novas gerações, preparando-as para o futuro. 

Para ler essa ou as edições anteriores, acesse esse link e também faça cadastro para receber, sem custo e no endereço que preferir, exemplar das próximas edições da BSP.

Uma geração além do rótulo*

“Rótulo é algo que se coloca sobre embalagens, todavia, infelizmente, as pessoas também são rotuladas. É muito comum ouvirmos alguém rotulando outros e, também, vermos pessoas que sofrem por serem rotuladas.” Essa definição me levou a refletir sobre como estão os nossos jovens e adolescentes. Será que eles têm conseguido viver o rótulo do cristianismo em suas vidas? Ou será que estão sendo rotulados, de forma a viver à margem em nossas igrejas e denominação? Que tipo de rótulos estão sendo lançados sobre eles?

É essencial aproximação entre adultos e nova geração (Canva)

Nossa preocupação com a nova geração tem sido deixá-la preparada, pronta para o futuro.

Investimos no seu intelectual, pagando as melhores escolas, cursinhos, a fim de que ingresse na melhor universidade. Pagamos os melhores cursos de línguas, informática, colocamos no judô, ballet, vôlei, ginástica, etc. Porque queremos uma geração pronta para disputar os melhores lugares na sociedade. Mas, estamos esquecendo o melhor ensinamento para que esteja pronta para ser uma geração verdadeiramente valorizada - o ensino da Palavra de Deus.

O texto de Provérbios 22.6 deixa bem claro a nossa tarefa: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.” “Instrua...” “Eduque”, os verbos estão no imperativo, o que nos desafia a cumprir. Não podemos deixar de ensinar a Palavra de Deus à nova geração.  

O apóstolo Paulo adverte Timóteo: “Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó, Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti (II Timóteo 1.5), em Tito 2.3-4, lemos “As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem; para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos.”

UFMBSP destaca ensino bíblico para formação (Reprodução)

Deuteronômio 6.4-7: “Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.” Deuteronômio 31.7: “E chamou Moisés a Josué, e lhe disse aos olhos de todo o Israel: Esforça-te e anima-te; porque com este povo entrarás na terra que o SENHOR jurou a teus pais lhes dar; e tu os farás herdá-la.” Todas essas citações foram para nos mostrar que sempre é preparada uma nova geração, e, na valorização de uma nova geração, faz-se necessário o ensinamento bíblico. E a responsabilidade é nossa!

Diante disso, quero sugerir que sejamos mais atenciosos para com eles; que sejamos mais amorosos; que sejamos mais compreensivos; que sejamos mais amigos; que sejamos mais respeitosos; que sejamos mais companheiros; que sejamos mais exemplo e que sejamos mais cristãos! 

Maristela Massacesi Sanches da Silva
Presidente UFMBESP

* Reproduzido a partir da Revista Batistas SP (Ano II / Edição 10).