Opinião 13 SET 2019 ÀS 08H35

Reflexões miram filhos e escolhas divina e humana

Títulos trazem pautas teológicas e pastorais à tona

Por Chico Junior

Os três livros apresentados neste texto abordam temas complicados - dois deles são filosóficos sem, contudo, criarem barreira aos leitores mais leigos nem serem elucubrações excludentes, muito menos, é óbvio, ficarem no raso da reflexão. C.S. Lewis, D.A. Carson e Bill e Beni Johnson trazem assuntos necessários à mente e à mesa de cristãs e cristãos - tanto para pensar a fé quanto para vivê-la. 

Carson explora tema complexo nesta obra (Divulgação)

Partindo da premissa que o assunto é complexo e sem respostas fáceis, o teólogo reformado Donald Carson explora o que chama de "tensão soberania-responsabilidade" em seu livro "Soberania divina e responsabilidade humana", da Editora Vida Nova.

O título tem 304 páginas e retrata a tese de doutorado de Carson, defendida em 1975, mas com atualizações e revisões a partir da publicação lançada quase duas décadas depois. Apesar do caráter acadêmico por natureza, o livro em português tem linguagem acessível e a diagramação favorece com as notas bibliográficas e explicativas incluídas no rodapé.

A exposição proposta pelo autor abrange textos-chave do Antigo Testamento numa primeira parte, caminha para a leitura dessa tensão no período intertestamentário e se debruça nesse tema no Novo Testamento no evangelho de João. Carson comenta que a premissa faz parte de avaliar a concepção em cada um dos documentos para evitar abuso da sistematização - comum em casos de tensões teológicas. No quarto e último bloco, o escritor procura transitar entre as duas forças sem colidir com nenhuma delas ou tão-somente adotar uma em detrimento da outra. 

"Soberania divina e responsabilidade humana" é obra de referência para quem busca entender mais esse assunto e a complexidade entre os decretos divinos e o livre-arbítrio e a responsabilidade humanos. O título sai por R$ 65,90.

Obras para pais e para pensar a fé cristã (Divulgação)

Pais de três filhos, o casal Bill e Beni Johnson trazem em "Filhos que vencem gigantes", da Editora Vida, uma abordagem para o ministério da paternidade e da maternidade. Nas 304 páginas, a dupla avança em 16 temas fundamentais com alguns desdobramentos. O leque vai da própria "formação" enquanto pais a sexualidade e a participação paterna e materno em orientação na batalha espiritual.

A obra oferece ainda uma espécie de roteiro e outras ferramentas nos apêndices. Título relevante e indicado para pais, mães, líderes de ministério de casais e de adolescentes e jovens, "Filhos que vencem gigantes" está à venda nas melhores livras por R$ 42.

O consagrado autor C.S. Lewis tem mais um de seus livros traduzidos para o português. A obra da vez escolhida pela Thomas Nelson é “Reflexões Cristãs” (288 páginas).

O trabalho é composto de vários artigos do autor inglês que se dedicou a explicar e defender o “enorme terreno comum do Cristianismo”. Abordando assuntos complexos, mas sem se perder em discussões vazias, o escritor demonstra sua coerência marcante e fluidez de pensamento que fizeram dele um dos maiores escritores do século 20.

Aos que tem interesse pelo campo teológico, essa obra terá um valor especial. Lewis não é teólogo por formação, mas tem grande domínio tanto da língua grega quanto do ferramental da crítica literária. Isso o coloca em posição privilegiada para analisar a teologia crescente em seu tempo e comparar a crítica bíblica com a crítica literária - destaque para o capítulo 13: “Teologia moderna e crítica bíblica”.

Lewis se propõe a discutir a relação entre cristianismo e cultura além de falar de ética e do veneno do subjetivismo. Disponível nas livrarias, "Reflexões Cristãs" tem capa dura como os outros títulos do autor lançados pela editora e custa R$ 49,90.

(Com colaboração de Ákilla Vicente no texto sobre o título de C.S. Lewis)