Missões 16 AGO 2019 ÀS 08H30

Casa Acolher compartilha frutificar de fé e esperança

Pacientes de câncer são fortalecidos no amor de Cristo

Por CBESP

Ministro na Primeira Igreja Batista de Barretos, interior paulista, pastor Marcelo Rateiro escreveu à Revista Missões SP 43 - disponível para download aqui - a respeito da presença graciosa de Deus percebida no trabalho realizado na Casa Acolher. A instalação está mesmo município e é fruto atuação da igreja local no suporte a pacientes em tratamento de câncer. Texto relata brevemente a fé e a esperança juntas entre diagnósticos, cirurgias, orações e milagres.

Frutificando em São Paulo" é o tema da Campanha de Missões Estaduais 2019, que termina neste mês

A publicação sobre a ação missionária da Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBEPS) a partir da área de Missões Estaduais está encartada na edição 15 da Revista Batistas SP (BSP). Outros conteúdos de Missões estão disponíveis no hotsite da Campanha de Missões Estaduais 2019

Além deste texto, o site da CBESP publicou a reportagem de capa da Revista Missões SP. O texto mostra algumas das primeiras reações ao tema da Campanha de Missões Estaduais 2019 ("Frutificando em São Paulo"). A publicação fez parte da 15ª edição da Revista Batistas SP (BSP). Os exemplares foram distribuídos durante a 111ª Assembleia CBESP. Acesse as edições da BSP aqui.

Fé e esperança em convivência*

A Primeira Igreja Batista em Barretos, por meio da Casa Acolher, tem procurado dar frutos na vida de muitos pacientes que estão em tratamento de câncer na cidade de Barretos. Eles vêm de todos os lugares do Brasil e deixaram famílias, amigos, trabalho e igreja, sem saber quando e como retornarão para suas casas. Na CASA, os pacientes têm encontrado uma porta aberta com acolhimento que frutifica em suas vidas verdadeira fé e esperança para a cura.

Um exemplo de frutificação de fé e esperança é o da irmã Maria Vanuza, de Brasília (DF), que chegou à Casa Acolher em novembro de 2018 com um raro tumor ósseo na bacia. Desenganada pelos médicos brasilienses, que cogitaram, inclusive, amputar as suas pernas, contudo, não contavam com o que Deus havia planejado.

Casa Acolher recebe gratuitamente pacientes
em tratamento de câncer no Hospital de Barretos

A irmã Maria Vanuza passou por cirurgia, sem amputação das pernas, e já testemunha do milagre que Deus lhe concedeu. Durante seu tratamento, ela ressalta que a Casa Acolher fez toda a diferença em sua vida neste tempo, pois tem sido sua própria casa, haja vista a forma como foi acolhida e amada pelos irmãos.

Cuidado está na intercessão e na dedicação (Fotos: Canva)

Ela afirma que sua fé e esperança têm sido fortalecidas nas reuniões do PGM da Casa Acolher, programação que acontece todas as quintas-feiras, às 20h, bem como nos cultos na igreja, e através do pastoreio que ela, seu esposo e filho têm recebido. Tudo isto serve de refrigério para a irmã Vanuza, assim como para outros pacientes que estão acolhidos na Casa Acolher.

Senhor Jesus tem assistido acolhidos e acolhedores

Somos chamados, irmãos, como Igreja, para frutificar a fé e a esperança no poder do Evangelho salvador de nosso Senhor Jesus para aqueles que mais precisam. Por isso, nosso propósito é continuar frutificando fé e esperança na vida de muitos pacientes que estão chegando mês a mês, ano a ano, pois a demanda vem crescendo. Mas louvamos a Deus por não estarmos sozinhos nesta missão, pois muitos irmãos têm orado por nós e contribuído para o sustento da CASA, bem como para o pagamento das últimas parcelas do terreno que adquirimos para a construção de um espaço maior e mais aconchegante para nossos irmãos.

Vamos continuar frutificando fé e a esperança na vida daqueles que as tem perdido no momento da doença, pois servimos um Deus que cuida e está presente mesmo nos momentos de dor, manifestando sua graça e misericórdia.

Marcelo Rateiro
Pastor na Primeira Igreja Batista em Barretos

* Reproduzido a partir da Revista Batistas SP (Ano III / Edição 15).