Missões 14 JUN 2019 ÀS 09H40

Executivo do CAM descreve Campanha de Missões 2019

Pastor Adilson Santos abordou tema na Batistas SP

Por CBESP

Diretor executivo do Conselho de Administração e Missões da Convenção Batista do Estado de São Paulo (CAM-CBESP), pastor Adilson Santos destacou na edição maio-junho da Revista Batistas SP (BSP) a explanação do tema da Campanha de Missões Estaduais, iniciada no começo de maio com o Acampamento de Promotores de Missões 2019.

A Revista Batistas SP é veículo oficial da Convenção

O texto da coluna desenvolve os elementos ligados a agricultura paulista e os relaciona ao tema missionário Frutificando em São Paulo. A publicação bimestral da CBESP traz exclusivamente em suas páginas nesta edição conteúdo especial de Missões Estaduais. Clique aqui e acesse essa e as edições anteriores. Faça também seu cadastro e receba gratuitamente as próximas publicações.

Tempo de frutos*

“Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça..." (João 15.16) 

Plantas exigem solo devidamente preparado (Chico Junior)

São Paulo tem sido o motor do agronegócio para o nosso país. Observamos um crescimento da agricultura e também no rendimento agrícola no estado nos últimos anos, concedendo lugar de destaque no cenário mundial, abençoando nosso povo e também as exportações, e o aumento das nossas riquezas. Isso é fruto de muito trabalho de um povo empreendedor e também da herança que tivemos de várias nações que escolheram o Brasil como segunda pátria - os imigrantes que aqui chegaram também trouxeram suas várias contribuições.

São Paulo tem sido abençoado. O desenvolvimento agrícola paulista se torna hoje exponencial. O agronegócio, devido ao uso das tecnologias avançadas, inteligência artificial, automação, irrigação, e os vários softwares, que facilitam a vida de agricultores e fazendeiros, coloca São Paulo como carro-chefe da economia do nosso país.

Quando olhamos esse cenário agrícola e todo esse histórico, entendemos também que o Evangelho, através de nossa denominação batista, chegou ao Brasil iniciando a sua trajetória pelos colonos de Santa Bárbara. É significativo que esses que vieram para cá e trouxeram nossa fé também trabalhavam com agricultura no interior paulista. Por um lado, tinham o braço da agricultura, da semente, da plantação, da colheita. E, por outro lado, estavam organizados como Igreja Batista, e, apesar de um início focado numa igreja para os colonos, passaram a evangelizar, tendo o primeiro brasileiro convertido o ex-padre Teixeira de Albuquerque, que depois se tornou pastor batista, e assim eles foram contribuindo com o avanço do Evangelho.

Cuidado com sementes e mudas é essencial (Chico Junior)

Foi um começo tão humilde. Porém, hoje, temos uma denominação forte em todo o Brasil e também no estado paulista. Contudo, muito ainda há por fazer. Temos muitos desafios em São Paulo e precisamos do envolvimento de todos os pastores, de todas as igrejas, de promotores de Missões, crentes em geral, para que a gente continue semeando a Palavra de Deus neste solo tão fértil que é o estado de São Paulo a fim de que, cumprindo a Grande Comissão, a gente consiga avançar ainda mais abençoando o nosso povo. Assim como na agricultura, precisamos que o Evangelho cresça no Estado - ainda há cerca de 160 cidades sem nossa presença batista. Queremos propiciar para que as pessoas também exerçam a fé da maneira como nós exercemos, possam olhar as Escrituras como nós olhamos, praticar a vida cristã da maneira como praticamos, o nosso jeito de ser evangélico batista, pois temos a nossa responsabilidade de levar o Evangelho para todo estado de São Paulo.

Sabemos que os pastores são responsáveis pela visão missionária dos rebanhos, e, assim como o texto bíblico diz: "Jerusalém, Judeia, Samaria e confins da terra", precisamos liderar nosso povo a fim de que cumpra a Comissão nas suas esferas ao mesmo tempo para que o Evangelho seja pregado nas cidades - e quando a gente pensa cidade, pensa nos bairros, pois alguns são maiores do que muitas cidades -, e em todo o nosso Estado, e as consequências desse Evangelho frutificando em São Paulo terão, certamente, os seus desdobramentos no Brasil, na evangelização da nossa pátria, e também pelo nosso mundo.

Praticar - Sumaré ganhou horta missionária (Chico Junior)

Assim, temos o tema para nossa Campanha de Missões Estaduais 2019 "Frutificando em São Paulo", e o texto bíblico (João 15.16) afirma que somos escolhidos para ir. Devemos ir levando a semente, com objetivo de que essa semente venha a frutificar com a graça e o poder sobrenatural do Espírito Santo, e esse fruto deve ser colhido e deve permanecer. Então, nós precisamos de oração. Nosso povo com joelhos dobrados clamando pelos perdidos, clamando pela benção do Senhor sobre as nossas igrejas. Também o trabalho, juntamente com as orações, de levar a mensagem do Evangelho, de semear, de trabalhar forte com discipulado, de repensar a maneira de nossas estratégias de alcance, valorizando pequenos grupos, os relacionamentos, a comunhão, caminhando em unidade com só esse propósito da glória de Deus, semeando em fé, e Deus haverá de nos dar uma grande colheita, e essa grande colheita deve ser sempre motivo de louvarmos o nome do Senhor, a glória do Senhor.

Que Deus a todos abençoe. 

Adilson Santos
Pastor e Diretor Executivo do CAM-CBESP

* Reproduzido a partir da Revista Batistas SP (Ano III / Edição 14).