Missões 01 FEV 2017 ÀS 16H07

Visita dos Missionários de Kentucky

Grupo dos EUA visita CBESP por parceria

Por Chico Junior
Visita Missionários Kentuchy
Missionários do Kentucky e Equipe Cbesp

Um grupo de 13 missionários, composto por membros de igrejas batistas do estado de Kentucky (EUA), visitou no início da tarde desta quarta (1º) a CBESP. Segundo um dos integrantes da comitiva, o objetivo principal da viagem dos americanos é conhecer a cidade paulista e construir “um relacionamento que vai permanecer”. 

A equipe foi recebida pelo pastor Adilson Santos, diretor executivo da CBESP, que falou das ações deste ano, como a campanha de missões #SP645, o movimento de oração por todas as cidades paulistas e a formação continuada de ministros. 

Pastor Adilson expôs detalhes das atividades e projetos da CBESP ao grupo

Com destaque especial, pastor Adilson citou algumas estratégias para atingir os 172 municípios ainda sem a presença Batista e falou sobre a necessidade de “acender a luz entre as trevas”. 

“Elas [as trevas] estão em todas os lugares, mas em alguns são mais intensas. Nós estamos descobrindo a situação dessas regiões e queremos implantar mais igrejas e investir nos pastores”, afirmou. 

Liderando a equipe estrangeira, o pastor Scott Pittman gostou da proposta. “É exatamente isso que queremos fazer também [aqui]”, disse. Ele e a mulher, Joyce Pittman, são missionários da Junta de Richmond.

Frente entre universitários 

O pastor Zé Libério fez apresentação da organização Toca do Estudante, que oferece suporte a universitários. O apoio do grupo de missionários pode vir por meio do ensino de inglês aos alunos como forma de ampliar as oportunidades, disse. 

Para encerrar o encontro, o pastor Joe Bufford, da Hillcrest Baptist Church, fez uma das orações em que agradeceu a Deus a visão e o desafio proposto apresentados aos missionários e pediu a ação do Senhor nessas tarefas.

“Seguindo o exemplo de Jesus, queremos ir em todas as cidades onde ainda não chegamos.”
Pastor Adilson Santos

Perspectiva é aprender sobre São Paulo, conhecer igrejas e criar intercâmbios, diz pastor Scott