Missões 23 OUT 2019 ÀS 09H30

Vontade e boas ideias para alcançar diferentes grupos

Texto fala de ações missionárias no interior paulista

Por CBESP

Usar recursos pessoais como habilidades e criatividade somados a grande dose de vontade de levar a mensagem do Evangelho de Cristo são os ingredientes percebidos nesse texto que fala das ações missionárias promovidas no interior paulista pela Primeira Igreja Batista de Piracicaba. A narrativa foi compartilhada na edição 43 da Revista Missões SP, cuja reportagem principal destacou a Campanha de Missões Estaduais 2019. A publicação integrou a Revista Batistas SP (BSP) número 15.

Veículo oficial da Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP), a Batistas SP é distribuída gratuitamente em exemplares impressos e digitais. Acesse as edições aqui ou pelo aplicativo CBESP.

Criatividade para convencer*

“Frutificar, meu chamado, minha missão”.  Essa frase do hino da Campanha de Missões Estaduais  2019 define o trabalho desenvolvido por Cesar Marson, seminarista da PIB de Piracicaba. Ele mesmo fruto do trabalho de evangelistas, dedica sua vida ministerial a formar equipes de evangelismo criativo. 

Ilusionismo para falar do Evangelho (Chico Junior/CBESP)

“Caminhoneiros de Cristo” é uma dessas frentes. Fundado em Curitiba pelo pastor Elizionor Monteiro de Almeida, foi apresentado e abraçado pela igreja. Definido como “evangelismo de emergência”, a equipe realiza quatro ou cinco visitas mensais em postos da região, explanando aos caminhoneiros o plano de salvação, contextualizado à sua realidade. Além disso, oferecem ações sociais, como aferição de pressão arterial, testes de glicemia e cortes de cabelo, valendo-se de profissionais.

“Doutores da Esperança” é fundamentado no evangelismo em hospitais. A equipe, fantasiada de palhaços, usa o bom humor para abordar os pacientes internados no Hospital Unimed, Santa Casa e Lar Betel de Piracicaba. Sempre tendo em mente expor o plano da salvação, os Doutores da Esperança usam de malabares, truques de “mágica”, histórias e esquetes, oportunidade em que distribuem folhetos evangelísticos, não só aos enfermos, mas também às famílias e aos funcionários dos hospitais, que são visitados cinco vezes em cada mês.  

Em busca de alcançar pessoas, Marson (à dir.) compartilha as técnicas que usa no evangelismo criativo com igrejas batistas (Arquivo Pessoal)

Há ainda outro ministério que, devido à área geográfica, tem atualmente duas equipes de trabalho. Trata-se do “Semeando a Palavra”, que faz quatro visitas mensais em ruas da cidade, evangelizando usuários de drogas e moradores de rua, sem pré-julgamentos, apenas com o intuito de levar a palavra de salvação. Quando necessário, a equipe realiza, de modo complementar, ações sociais gratuitas e, quando solicitados, encaminhamentos para casas de recuperação, sempre contando com o apoio da PIB.

Trupe cristã faz evangelização em hospitais (Arquivo Pessoal)

A fim de difundir a Palavra de Deus, mais uma frente foi fundada: “Toque Musical”, que tem a finalidade de proclamar o evangelho por meio da música no ambiente hospitalar. Segundo Cesar, “a música é uma grande ferramenta que podemos usar para alcançar todos os tipos de pacientes, principalmente os de difícil acesso, ou acamados em coma”. 

Sempre usando de postura cristã, no princípio de 2017 Cesar Marson fundou o ministério “Outgrave”, apoiado pela Igreja Batista Betesda. Participando de eventos em bares de rock, demonstrando amor e sem nenhum tipo de preconceito, a equipe, depois de se tornar conhecida, espera a oportunidade de proclamar o Evangelho a esse público específico. 

Na mesma direção, como instrumento de evangelismo, outro ministério foi criado em 2018, com a finalidade de levar o Evangelho aos jovens e frequentadores de “baladas”, bares e boates. O “Kingdom” é esse ministério. Abordando esse público nas madrugadas, oferece o consolo que só Cristo pode proporcionar, realizando um evangelismo de impacto nas saídas das “baladas”, mostrando que não há outro caminho, nem drogas, nem prostituição, que possa preencher a falta que há no interior de cada ser humano. 

Embora tenha sido criado em meados de 2016, há ainda o “EBE – ESTUDO BÍBLICO EVANGELÍSTICO”, que tem justamente a finalidade de “fechar” o ciclo de todos os outros, com a função final de evangelizar as pessoas que são frutos dos outros ministérios. Com um líder treinado e equipe pronta a aplicar os estudos, o EBE ainda recebe o nome de todos os visitantes da igreja, mesmo que não vindos através dos ministérios de evangelismo, para oferecer o estudo bíblico, esperando que sejam convertidas, batizadas e depois discipuladas. 

“Frutificar, produzir fruto que permaneça. Frutificar... Que ninguém a meu lado pereça!”  

* Por Edna Geraldo

** Reproduzido a partir da Revista Missões SP 43, encartada à Revista Batistas SP (Ano III / Edição 15).