Batistas SP 22 FEV 2018 ÀS 14H30

Convenção foca em auxiliar pastores e menores igrejas

Artigo do pr. Manoel Ramires traz projeção para 2018

Por CBESP

Em artigo para a 6ª edição da Batistas SP (BSP), o presidente da CBESP, pastor Manoel Ramires, titular da PIB São Mateus, escreve sobre o preparo da Convenção para o ano de 2018.

A CBESP tem se preparado para servir ainda mais às igrejas do Estado, e busca desse modo viver um novo tempo, auxiliando pequenas igrejas, capacitando pastores e líderes, e plantando novos projetos nas macrorregiões de São Paulo.

O presidente da Convenção destaca ainda o Projeto Josué e seus princípios para a edificação das igrejas batistas. Mais informações sobre o Projeto Josué estão disponíveis no site da CBESP. Para ser um adotante, entre em contato com a Convenção (11-3866-6710).

A Revista BSP é distribuída gratuitamente. Todas as edições podem ser acessadas através do link.

Agradecemos a Deus pelas vitórias alcançadas no ano de 2017. Muitas foram as lutas, mas com um trabalho em equipe os resultados foram expressivos, preparando a Convenção Batista do Estado de São Paulo para novos desafios e projeções agora em 2018. Temos vencido barreiras, quebrado culturas que foram criadas ao longo de anos, vivenciado a busca pela sinergia em toda estrutura da CBESP, e o espírito reinante é de paz, respeito e amizade.

A diretoria tem feito a gestão da Convenção, e junto com os executivos, líderes das Áreas e assessorias, temos avançado e permitido que Deus faça o melhor através de nós. Somos gratos pela confiança e credibilidade das igrejas e seus líderes, podendo afirmar que estamos vivendo um novo ciclo denominacional no estado de São Paulo. Depois de tempos difíceis, a Convenção está preparada para retomar efetivamente o grande projeto para o qual ela existe, servir as igrejas de nosso Estado.

Projeto incentiva apoio e união entre os batistas do Estado

Estamos sonhando os sonhos de Deus e não permitiremos que a dúvida ou qualquer circunstância nos roube esses sonhos.

Nossos sonhos são do tamanho do Estado e se transformarão em projetos de Deus para a revitalização dos projetos missionários existentes, auxílio às menores igrejas em número de membros, plantação de igrejas e capacitação de líderes nas macrorregiões.

Quanto às pequenas igrejas, o foco inicial é a complementação financeira do pastor, capacitação continuada e programa de mentoria. Mais à frente, iremos com toda a estrutura da Convenção para capacitar a liderança das igrejas.

Josué é o nome do projeto, porque foi alguém que conduziu o povo de Deus para a posse da terra prometida, deixando para traz o deserto e vivendo um novo tempo de avanço. Os recursos para o Projeto Josué virão não só das grandes igrejas em número de membros, mas cada igreja terá a oportunidade de tomar parte no privilégio da oferta destinada a esse projeto.

Como Josué, ação busca levar batistas para um novo tempo 

Estamos também providenciando alianças estratégicas visando recursos. É importante enfatizar a importância das Associações, que por estarem mais próximas das igrejas locais, ajudarão no processo de filtrar as principais necessidades.

Estamos certo de que lutas haverá, porque a Igreja a quem servimos atua na esfera espiritual de vidas que serão resgatadas e discipuladas para Jesus Cristo, mas também estamos certos de que a vitória é certa no nosso Senhor.

Peço por suas orações para que juntos glorifiquemos o Nome de Jesus Cristo através da cooperação, sinergia e do desejo de servir.

Manoel Ramires Filho
Pastor e Presidente da CBESP

* Reproduzido a partir da Revista Batistas SP (Ano II / Edição 6).