Batistas SP 26 AGO 2020 ÀS 08H42

Consciência ambiental é tema das mulheres na BSP

UFMBESP contribuiu em edição sobre ecoteologia

Por CBESP

A reflexão bíblico-teológica sobre meio ambiente e a interação do ser humano e a responsabilidade do povo de Deus estampou a edição março-abril da Revista Batistas SP (BSP), publicação oficial da Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP). A reportagem principal veio acompanhada de artigos de organizações batistas estaduais contemplando também esse assunto, como é o caso do escrito pela diretora executiva da União Feminina (UFMBESP), Mirian Barbosa.

Excepcionalmente, a BSP19 está disponível apenas na versão digital

A edição apresentou ainda continuidade da série de reportagem "Doar é amar", produzida pela jornalista colaboradora Edna Geraldo. O assunto desta vez foi as doações de recursos materiais, como roupas, mobilhas e equipamentos eletroeletrônicos. A BSP19 oferece ainda homenagem a missionárias pelo Mês das Mulheres e artigos das organizações batistas do estado paulista. Clique aqui e tenha acesso a essa e a edições anteriores.

Mandato cultural exige o cuidar de fauna e flora (Adobe Stock)

Consciência ambiental*

“O Senhor Deus colocou o homem no jardim
do Éden para cuidar dele e cultivá-lo” (Gênesis 2.15)

“No princípio criou Deus os céus e a terra” (Gn 1.1,10b). O texto bíblico diz que, tendo Deus completado sua criação, constatou que tudo quanto havia feito era bom. Essa informação, por si só, já seria suficiente para nos comprometermos a cuidar de toda criação de Deus. Afinal de contas, quem em sã consciência destruiria aquilo que é bom? Pois é... Olhando para nossa realidade, percebemos que realmente está faltando consciência ecológica.

Em Deuteronômio 20.19, Deus orienta e impõe limites à destruição desregrada dos recursos naturais, mesmo em meio à guerra: “Quando as forças israelitas cercarem por muito tempo uma cidade, não destruam as árvores. É evidente que elas não são inimigas! Por que haveriam de ser destruídas? Elas vão dar alimento a vocês!” (Bíblia Viva).

Voltando a Gênesis 2.15, o texto sinaliza a preocupação de Deus com o meio ambiente e o seu desenvolvimento sustentável. Cuidar do planeta e contribuir para o seu desenvolvimento sustentável a partir de atitudes simples em casa, no trabalho, na escola, na igreja, na comunidade é missão de todo cristão que precisa ser levada a sério, pois sabemos que “Do Senhor é a terra e a sua plenitude”.

Ter uma consciência ecológica é mais do que cidadania, é uma atitude de obediência ao Criador.

Mirian Vasconcelos Damasceno Barbosa
Diretora Executiva da UFMBESP

*Reproduzido a partir da Revista Batistas SP (Ano IV / Edição 19).