Batistas SP 07 FEV 2020 ÀS 08H30

Diretor da RTM destaca importância batista à rádio

Ricardo falou de histórico e futuro junto com a CBESP

Por CBESP

Celebrando 50 anos da atividade no território brasileiro, a Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP) deu destaque ao jubileu de ouro da Rádio Trans Mundial (RTM), cuja data foi celebra nesta quarta-feira (5), nas páginas da Revista Batistas SP (BSP).

Além de contar a história da missão no Brasil, a publicação de janeiro-fevereiro deste ano trouxe entrevista com o diretor de Comunicação e Relações Públicas da RTM, Ricardo Kroskinsque. Ele falou um pouco sobre alguns dos projetos de futuro da rádio e novidades trazidas para o público. Ricardo também destacou o significativo papel da denominação batista nas atividades da RTM.

RTM completou cinco décadas de atuação no País

Entre outros conteúdos da primeira edição de 2020 da BSP estão a reportagem de capa sobre valor das características cristãs para o trabalho e empreendedorismo, a série "Doar é Amar", que aborda doações, as dicas de livros para ler nas férias, e artigos das organizações batistas do estado paulista. Todas as edições da BSP estão disponíveis gratuitamente para download aqui

Comunicar e multiplicar*

Por Lucas Meloni (jornalista da Rádio Trans Mundial) - especial para a Batistas SP

Ricardo destaca aliança com CBESP (Eliakim Rodrigues/RTM)

As ondas curtas foram por décadas a principal ferramenta para que o sinal da Rádio Trans Mundial (RTM) chegasse a muitas pessoas. Com a força da internet e o avanço das plataformas por streaming (transmissão instantânea feita pela internet), surgiram novas opções para alcançar públicos diferentes. É a comunicação em multiplataformas. Nesta entrevista, Ricardo Kroskinsque, diretor de Comunicação e Relações Públicas da RTM, fala sobre os 50 anos da missão e os desafios que tem pela frente. “Inovar sem perder a essência”, comentou. Confira a seguir os melhores trechos. 

Por onde os novos capítulos da RTM começam a ser escritos?
O nosso objetivo é ampliar conteúdo cristão em áreas de interesse e atingir novos públicos. Sem perder a essência que marca a história de 50 anos da Rádio Trans Mundial, nós queremos ter uma nova linguagem e falar também com os mais jovens. São tempos de convergência de mídia. Tudo passa, contudo, pela reformulação da programação, com produções que falem uma língua mais acessível às pessoas. Uma ação que tem gerado engajamento e retorno são as lives, com transmissão pelo Facebook e o YouTube. Estar adaptado para o vídeo é outra estratégia que decidimos adotar.  

Quais os desafios pela frente?
Acredito que sejam os projetos internacionais. Em 2019, a RTM lançou as missões Itália e Portugal. Dois casais de missionários, Paula Ferreira e Walter Fernandes, e Joyce e Ruben Pirola, respectivamente, foram enviados para auxiliar na plantação de igrejas, desenvolvimento de projetos evangelísticos e para reforçar o departamento de comunicação de rádios ligadas à rede Trans World Radio (TWR) nesses países. Eles têm muitos desafios lá, e nós, por aqui, como agência missionária que os enviou. Rubinho e Joyce, por exemplo, estão com ideias de incorporar ferramentas digitais à comunicação da RTM Portugal. Nós vamos dar suporte e apoio para o desenvolvimento dessas boas iniciativas que as missões desenvolverem nos dois países.

Completar 50 anos é uma marca e tanto. O que as pessoas podem esperar para as comemorações das cinco décadas da missão no Brasil?
A gente quer reforçar a marca da missão entre o público cristão evangélico e estar mais próximo das lideranças. Fazer programações em igrejas, espaços públicos, parcerias com entidades em programações em conjunto. Temos uma identidade visual própria para os 50 anos. A nossa ideia é que as pessoas se identifiquem nos símbolos que compõem o logo. O megafone e a Bíblia representam a proclamação da palavra: ação de pastores e missionários; as notas musicais simbolizam a música de qualidade - e fazem conexão com músicos e ministros de louvores; a igreja faz uma referência ao apoio que a RTM dá ao fortalecimento e crescimento da igreja, em especial a brasileira, com uma programação baseada em conteúdo bíblico e para edificação de vidas. 

Os ministérios são uma parte importante da missão. O que destacar?
O Presente Diário (PD). É uma das marcas da rádio e um devocional amplamente conhecido. A gente enxerga o PD como um projeto missionário, não algo comercial. Vamos levar o Presente Diário a todas as plataformas em que a RTM está presente para que as pessoas tenham acesso ao conteúdo de forma gratuita. É uma forma de trabalhar o PD e a comunicação em multiplataformas.

Paula e Walter fazem missão na Itália (Arquivo Pessoal)

Como acompanhar as novidades sem perder a identidade?
Mais uma vez falo das ferramentas digitais. Os podcasts são uma febre e decidimos entrar de vez neste universo. Neste formato temos “Entendendo a Bíblia”, “Na Contramão”, “Família Hoje”, “Espelho na Janela” e “Presente Diário”. Em breve devemos ter outras atrações voltadas para discipulado, estudo bíblico e capacitação de lideranças, já estão disponíveis no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, Castbox e TuneIn. Acho muito bacana falarmos sobre conteúdo em podcast porque é uma linguagem que muitas igrejas têm adotado. É cada vez mais comum encontrarmos mensagens de diversas igrejas - de variadas denominações - disponibilizadas nos agregadores. Nossa programação continuará a ter ensino bíblico e qualidade. Passamos a contar agora com uma forma de chegar às pessoas que antes não teriam como saber da RTM, seja porque um amigo compartilhou em alguma rede social, seja porque buscou por alguma palavra-chave e achou conteúdo pelo qual se interesse. Ao mantermos o nosso cuidado em passar a verdade bíblica, não corremos risco de perder a nossa identidade nem o nosso objetivo que é o de levar a mensagem de Cristo pelos meios de comunicação.

'Os batistas têm papel vital na missão da RTM'

Já Joyce e Ruben servem em Portugal (Arquivo Pessoal)

Qual mensagem você deixa para quem acompanha a RTM?
A mensagem que fica é que a RTM sempre trabalha para disponibilizar material de qualidade para pastores e igrejas. Há muito cuidado na preparação do conteúdo veiculado pela Trans Mundial. O objetivo é que as pessoas tenham acesso a estudo bíblico, material para discipulado e edificação. Desde o início de sua história, a RTM acredita no fortalecimento da igreja brasileira e que isso pode ser feito de forma criativa. Nós somos irmãos e apoiamos projetos que ajudem a levar as boas novas às pessoas. Temos uma parceria histórica com a Igreja Batista e com a Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP) desde o início. Queremos, mais uma vez, reforçar a nossa disposição em caminhar juntos para a construção de novos capítulos da nossa caminhada pelo avanço do Reino. Os irmãos batistas têm papel fundamental no desenvolvimento da missão Trans Mundial no Brasil. 

Rádio Trans Mundial celebra os 50 anos com evento especial com entrada gratuita na capital paulista no dia 3/4, às 19h30 (Divulgação)

* Reproduzido a partir da Revista Batistas SP (Ano IV / Edição 18).