Opinião 16 DEZ 2017 ÀS 11H07

Livro é alimento espiritual para o sustento da fé cristã

Pastor da IBVN aborda a valorização das Escrituras

Por Cleverson Pereira do Valle

No segundo domingo de dezembro (10) foi comemorado o Dia da Bíblia. A Palavra de Deus faz toda a diferença na vida daquele que a lê e a coloca em prática.

O autor da carta aos Hebreus no capítulo 4 verso 12 diz: “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração”.

A Bíblia é viva e eficaz, isso significa que ela faz diferença na vida daquele que decide colocar em prática. Ela mostra o caminho e o caminho é Cristo. Não podemos seguir atalhos, precisamos seguir na direção certa.

Jesus certa vez disse que os céus e a terra passariam, mas as suas palavras jamais. Quantos testemunhos temos ouvido de pessoas que tiveram um encontro com Cristo ao ler a Palavra de Deus. O Livro afirma que a fé vem pelo ouvir, e ouvir a Palavra de Cristo.

A Bíblia não apenas contém, mas ela é a Palavra de Deus.

Foi escrita por mais de 40 autores, em épocas e ocasiões diferentes e ela não se contradiz. As Escrituras têm dois testamentos, um antigo (velho) e um novo, sendo 39 e 27 livros, respectivamente.

A mensagem central da Bíblia é Jesus Cristo, o verso chave é João 3.16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Que possamos memorizar, meditar, estudar e viver a Palavra de Deus em nosso dia a dia. Assim como precisamos de alimento para sustentar nosso corpo físico, é preciso alimentar nossa alma com a Palavra de Deus. Que possamos valorizar sempre a Bíblia, a Palavra de Deus.

Cleverson Pereira do Valle
Pastor da Igreja Batista em Vila Natal (Mogi das Cruzes)

Publicidade Bloco Artigos - Lar Batista