Concerto da Reforma 31 OUT 2017 ÀS 12H46

Conheça sala que receberá Concerto da Reforma

Espaço para espetáculo é um dos melhores do mundo

Por Guilherme Soares

Inaugurada em julho de 1999, a Sala São Paulo é hoje sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), e receberá na quinta (2) o Concerto da Reforma, com regência de Roberto Minczuk. O espaço cultural faz parte da história do país.

No século 20, o café se tornou o produto mais importante para a economia brasileira, e por este motivo, a Estação Júlio Prestes virou a sede e o ponto de partida do produto até o Porto de Santos.

Prédio original servia como estação (Tuca Vieira/Divulgação)

O prédio foi construído em 1925, pelo arquiteto Cristiano Stockler. Setenta e cinco anos depois, o arquiteto Nelson Dupré foi convidado pela Secretaria Estadual da Cultura a participar da restauração da Estação Júlio Prestes, posteriormente Sala São Paulo.

Já em 1999, a obra durou cerca de 18 meses, reunindo centenas de operários e técnicos especializados, com procedimentos artesanais de longa tradição e inovadoras tecnologias, que transformaram a área central da estação em uma das mais modernas e completas salas de concerto no mundo.

Ao lado de importantes salas como a Berlin Philharmonie, Philharmonie de Paris, Tokyo Opera City Concert Hall e Grosser Musikvereinssaal, de Viena, a Sala São Paulo está hoje entre as dez melhores do mundo, segundo ranking do jornal britânico The Guardian.

Dentre os destaques da construção da Sala, estão sua geometria planejada, a disposição dos balcões, o desenho das frentes dos balcões, o posicionamento do palco, a inexistência de carpetes ou cortinas, a espessura da madeira do palco, o desenho das poltronas, paredes pesadas e irregularidades da arquitetura eclética do edifício, características que compõem a tão diferenciada acústica do local.

Teto móvel transforma acústica para apresentação (Divulgação)

Mas o principal e mais destacado é o forro do teto composto por quinze painéis, com espaçamento estrategicamente definido. Sua movimentação permite o aumento controlado do volume da Sala e de seu tempo de reverberação, podendo assim controlar o tipo de acústica específica para cada estilo de apresentação.

No site é possível fazer uma visita virtual e conhecer os espaços da sala da Osesp, além de conhecer mais sobre a história, estrutura e eventos na Sala São Paulo.

Dica:

Para chegar no local de metrô, desça na Estação Luz (Linha 1 - Azul, ou 4 - Amarela) e siga pela Rua Mauá até a Sala São Paulo (cerca de 300m). Para consultar itinerários e linhas de ônibus que passam pelas Rua Mauá e Praça Júlio Prestes, próximo à estação, acesse o site da SPTrans.

Anote:

- O Concerto da Reforma acontece no dia 2, às 19h, celebrando os 500 anos da Reforma Protestante.
- A entrada é gratuita e a classificação é livre.
- Haverá transmissão ao vivo do espetáculo pelo site da CBESP, pela página no Facebook, e pela Rádio Trans Mundial (RTM).

Sala São Paulo recebe dia 2 o concerto de celebração pelos 500 anos da Reforma, com regência de Roberto Minczuk (Divulgação)