Sociedade 06 AGO 2018 ÀS 14H53

Batistas defendem vida em debate sobre aborto no STF

Diretor da Teológica expôs valores éticos em audiência

Por CBESP

ATUALIZADO EM 10/08/2018, ÀS 13H40

Na manhã desta segunda-feira (6), o diretor e professor da Faculdade Teológica Batista de São Paulo (FTBSP), Lourenço Stelio Rega, apresentou defesa em favor da vida de fetos durante audiência pública no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. Em nome da Convenção Batista Brasileira (CBB), a explanação do professor Lourenço fez parte da discussão sobre proposta de legalizar o aborto até a 12ª semana da gravidez.

Lourenço ressaltou direitos desde a concepção (Reprodução)

Ele foi um dos 13 expositores de hoje que deram sequência a audiência iniciada na sexta-feira (3), a qual contou também com 13 apresentações. As duas alas correspondem a especialistas pró e contra a descriminalização.

Expositores do período da manhã de hoje
representaram instituições de natureza religiosa

Especialista em bioética, Lourenço avalia que a participação nesse debate se trata de um resgate do "valor que Deus tem para a criação, entre eles da vida e da gestação".

As apresentações dos especialistas na audiência servirão de suporte para as futuras fundamentações dos ministros do STF acerca da legalização. A sessão foi transmitida ao vivo pelas redes do Poder Judiciário.

Professor Lourenço vem cumprindo agenda nacional para falar de temas ligados a ética e bioética. Em junho, ministrou sobre ideologia de gênero aos pastores inscritos no primeiro módulo do Projeto Josué, programa criado pela CBESP para oferecer atualização teológica e ministerial e suporte financeiro a ministros batistas de igrejas pequenas.