Opinião 03 AGO 2018 ÀS 15H53

Presidente da Convenção fala sobre 110ª Assembleia

Pastor Ramires enfatiza as boas marcas do encontro

Por Manoel Ramires Filho
Presidência aponta encontro estadual como marcado pelo espírito de fraternidade e ensino sólido (Fotos: Comunicação PIB Rio Preto/CBESP)

Como refletir sobre a 110ª Assembleia da Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP), as assembleias de suas das organizações, e sobre o Congresso Estadual Multiplique?

Embora não possamos agradar a todos, a certeza que tenho diante das reações é de uma semana de bênçãos em todos os aspectos. Sem dúvida precisamos melhorar, mas o que aconteceu de positivo foi bem maior do que os pontos negativos.

Em 2018, evento dos batistas teve abertura na PIB Rio Preto

Destaco, por parte da grande maioria, o espírito de desprendimento e fraternidade num ambiente de doutrina sólida quanto aos nossos princípios absolutos e de flexibilidade de gente madura em assuntos não absolutos.

Estamos avançando. As deliberações aconteceram num clima dos melhores. O Multiplique SP expandiu um pouco mais o entendimento dos princípios de discipulado bíblico. Além disso, tivemos programações à noite, preparadas com muito carinho e zelo.

Agradeço em primeiro lugar aos coordenadores, aos pastores Jeriel de Oliveira Brito, presidente da Associação das Igrejas Batistas Centro Norte do Estado de São Paulo (AIBACEN), Edvalter Bonfim Francisco, presidente da Associação Batista Grandes Lagos (ABGL), André Rodrigues Barbosa, presidente da subseção São Paulo da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil (OPBB-SP), e a todos os voluntários envolvidos.

O esforço desses homens foi algo notável, fui um dos últimos a deixar o espaço de convenções, e pude vê-los carregando cadeiras e outros utensílios. Agradeço também às igrejas e seus pastores que cederam seu espaço para as programações da Convenção.

Abertura e encerramento contaram com coro e orquestra 

Agradeço ao pastor Marcio César Biazi, um de nossos mobilizadores, que junto com outros irmãos trabalharam intensamente até o último momento.

Uma menção honrosa às comissões que trabalharam com toda prontidão e expertise para prestarem seus relatórios na sexta-feira, marca do que é ser batista numa assembleia convencional.

Tenho muito a agradecer aos envolvidos no trabalho, desde nossos colaboradores, que conquanto poucos, foram valorosos, aos líderes associacionais, e das diversas áreas até a diretoria, sempre muito operosa.

É nessa Convenção em que acredito, em que todos são imprescindíveis e devem, por isso, ser valorizados. O nível de exigência é grande, mas isso nos ajuda a buscarmos a excelência.

Que nos perdoem aqueles a quem não conseguimos atingir as expectativas, aos quais pedimos sugestões para a próxima Assembleia em Bauru, nos dias 9 a 13 de julho de 2019. Orem pelo Projeto Josué, e para que Deus nos dê sabedoria em tudo que fizermos, para honra e glória de Seu Nome.

Manoel Ramires Filho 
Pastor da IB São Mateus (IBSM) e presidente da CBESP