Batistas SP 25 OUT 2018 ÀS 08H30

Na BSP 10, pastor descreve como 1ª Trans foi marcante

Frente evangelística fez 10 anos de ação no Estado

Por CBESP

Na seção missionária Sem Fronteiras da Revista Batistas SP (BSP), o pastor Serginho de Souza, ministro na Igreja Batista Missão Casa, em São José do Rio Preto, narra como foram dias abençoadoras a realização da 1ª Trans Paulista, em 2008.

A ação missionária acontece, desde então, nos municípios em que há a Assembleia Anual da Convenção Batista do Estado de São Paulo. O trabalho tem início na Noite de Missões durante a Assembleia CBESP e se estende por alguns dias.

Nesse texto publicado na edição 10 da BSP, pastor Serginho relata histórico de uma década e o retorno da atividade. A BSP 10 publicou como reportagem principal argumentos contrários ao aborto. Para acessar as edições anteriores, clique aqui. Aproveite e se cadastre para receber, sem custo algum, as próximas revistas. 

Plantar amor*

Noite de Missões na 110ª Assembleia CBESP teve comissionamento e testemunho da 'colheita' depois de 10 anos (Fotos: Renato Osis/CBESP)

O ano de 2008 foi, em nosso ministério, um divisor de águas. Tivemos a alegria de receber a 1ª Trans Paulista em nossa missão, que havia sido inaugurada dois meses antes, no bairro Floresta Park, no município de São José do Rio Preto.

Lembramos com emoção a chegada dos “amarelinhos”, compartilhando a Palavra com graça e compaixão, em dias de amor intenso, como as tardes especiais com as crianças do bairro. Começamos a viver uma multiplicação de discípulos na Missão. Os moradores da comunidade sentiam-se amados pelos missionários que vieram para falar do amor de Cristo. Muitas pessoas se converteram. Algumas ainda estão conosco. Crianças, homens e mulheres que voltaram a sonhar, pois tiveram suas vidas transformadas.

Momento final do culto teve oração por dedicação a Missões 

Dentre essas crianças, destacamos uma menina, Amanda. Assim que chegou, pudemos perceber que havia algo diferente naquela menina linda. Seu semblante mostrava que algo errado acontecia em seu interior. Com apenas 12 anos, sofria de depressão, não tinha amigos, não dormia direito há meses e não tinha vontade de viver. Mas, como nada pode deter o amor de Deus, ela foi tocada por esse amor que a transformou.

'Uma vida que foi mudada,
está hoje mudando gerações'

Hoje, casada com o missionário Mateus, é mãe da pequena Heloisa, formada em pedagogia, compartilha tudo o que recebeu nesses anos. Liderou equipe na Trans Paulista em 2018, e coordena o projeto Geração Futuro, o qual atende mais de 250 crianças em situação de risco e vulnerabilidade social, em parceria com a IB Missão Casa. Uma vida que foi mudada, e que hoje está mudando gerações.

* Por Serginho de Souza 
Pastor na Igreja Batista Missão Casa